FELIZ 2012

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 30 de dezembro de 2011



DESTAQUES 2011.

Publicada por Elvascidade | | Posted On


Vários foram os acontecimentos em 2011 que marcaram o nosso concelho, entre muitos o Cidad’elvas seleccionou alguns que serão postos em votação no próximo mês com o intuito de saber quais os mais destacados.
Foram criadas quatro categorias, “Evento de 2011”; “Obra de 2011”; “Acontecimento de 2011” e “Iniciativa de 2011”, nessas categorias entre muitas foram seleccionados 5 opções postas agora a votação

Para a categoria de “Evento de 2011” foram seleccionados os seguintes:

. Carnaval de Verão
. Bacalhau Dourado no Guiness
. Festival Medieval
. Festival de Bandas Filarmónicas
. São Mateus


Para “Obra de 2011” as seleccionadas foram:

. Requalificação da Escola D. Sancho II
. Iluminação Muralhas Seiscentistas
. Remodelação Campo Patalino
. Recuperação dos Passos e Igreja N. Srª. Das Dores
. Requalificação EN4


Para o “Acontecimento de 2011” vão a votação:

. Trabalhadores CME obrigados a devolver parte do salário
. Suspensão obras do TGV
. Anuncio/renuncia de Rondão Almeida a cabeça de lista do P.S. por Portalegre às legislativas
. “O Elvas” Campeão Distrital 2010/2011
. Padre Francisco Couto desvinculado das funções de paroquialidade


Para “Iniciativa de 2011” os nomeados são os seguintes:

. Abraço Solidário (criação refeitórios sociais)
. Homenagem ao Comendador Rui Nabeiro
. Piscinas nas freguesias rurais
. Debate sobre o futuro do São Mateus
. Criação Gota d’Arte

Vote no canto superior direito da página.

RETROSPECTIVA 2011 (PARTE 2)

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


JULHO

-A Câmara Municipal de Elvas organizou o 5º Festival Medieval. A divulgação do Património elvense, numa valorização dos temas da Cultura, foi um dos objectivos deste festival.

-Cerca de 500 músicos estiveram a tocar, no Estádio Municipal de Elvas.
A maior concentração de Bandas Filarmónicas no Alentejo, decorreu em Elvas, com a presença de 10 bandas do Distrito de Portalegre, Évora e Beja.

-João Pedro Bugio, foi eleito presidente do clube de Futebol “Os Elvenses”.

-"Staging the Archive" foi título da exposição concebida por Ana Anacleto inaugurada no MACE

-Delegada de Saúde Pública de Elvas, Maria João Gerardo, alerta que a "maioria" das fontes públicas da cidade tem água "imprópria" para o consumo

-A Câmara Municipal, na reunião do passado dia 13 de Julho, aprovou uma Moção na defesa de três projectos estruturantes para o Concelho e região: a linha de alta velocidade Lisboa-Madrid e a estação Elvas/Badajoz, a linha de mercadorias Elvas-Sines e a Plataforma Logística Intermodal do Caia


AGOSTO

-A Câmara Municipal decidiu lançar o concurso para a empreitada de requalificação da estrada nacional (EN) 4, entre a rotunda do Aqueduto da Amoreira e a rotunda das Piscinas Municipais.

-O professor Rolando Emanuel Simões Palma, de 49 anos, foi baleado terça-feira, dia 2 de Agosto, pelo ex-marido da namorada, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, no Brasil.

-Por decisão do arcebispo de Évora, D. José Francisco Sanches Alves, o Padre Francisco Couto ficou desvinculado das funções de paroquialidade e outras que desempenhava na cidade de Elvas

-Cerca de nove mil amantes de música electrónica e de trance são esperados no Freedom Festival, que arrancou numa herdade do concelho de Elvas e é inspirado, este ano, na civilização Maia.

-"O Elvas" Clube Alentejano de Desportos celebrou, dia 15 de Agosto, o seu 64.º aniversário.

-Em comunicado, o Clube de Futebol "Os Elvenses" avança que concretizou "a transferência de um jogador dos juvenis para “O Elvas” CAD, o valor da transferência, que se realizou pela quantia de mil euros. Entretanto desmentida pelo clube alentejano de desportos.


SETEMBRO

-As consultas de Obstetrícia das grávidas da região de Elvas, que vinham sendo realizadas no Hospital de Santa Luzia, vão passar para o Hospital dr. José Maria Grande, em Portalegre.

-As Jornadas Europeias do Património, em 2011, em Elvas, decorreram ao longo do mês de Setembro, com o programa

-A partir de Setembro Elvas, já conta com uma nova Associação Cultural, a “Gota d’Arte, Associação Sócio-cultural de Elvas” é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que foi criada com o objectivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da população local.

-Dois mil e quinhentos idosos do concelho de Elvas vão participar amanha sábado, dia 10 de Setembro, a partir das 19.00 horas, no "Festival da Idade de Ouro", promovido pelo município, no Coliseu José Rondão Almeida.

-Começa o São Mateus 2011 sem grande pompa e circunstância com um dos mais pobres programas dos últimos anos.

-A legislação actual não permite uma recandidatura nas próximas eleições autárquicas. No entanto, Rondão defende que Elvas é a sua prioridade e pondera a possibilidade de avançar nas próximas eleições, em 2013, como número dois na lista do Partido Socialista à câmara municipal.

-O repto foi lançado, não só na blogosfera como também por várias entidades que podem ter uma palavra a dizer no futuro da nossa romaria. O São Mateus deve ser debatido.

-A Câmara Municipal assumiu a responsabilidade do pagamento a 47 professores para que funcionem as Actividades de Enriquecimento Curricular, entre as 16 e as 17.30, nas Escolas do 1º Ciclo do Concelho de Elvas.


OUTUBRO


-Foi inaugurada com pompa e circunstância a remodelação do velhinho Estádio Municipal, campo Patalino.

-O presidente da Câmara Municipal de Elvas acusou o Governo de ignorar o trabalho desempenhado pelo poder local e de querer ir muito mais além do que foi acordado coma Troika, no que diz respeito à Reforma da Administração Local.

-15 anos de ensino superior em Elvas.
-O Colégio Luso Britânico, instituição de ensino particular, alcançou a melhor posição no ranking das escolas do Alentejo nos exames de 2011, classificando-se na 30.ª posição, subindo consideravelmente em relação a 2010, onde ocupava a posição 102 no ranking nacional.

-A União Europeia decidiu em Bruxelas, deixar de fora das infra-estruturas prioritárias o eixo 16, que previa ligar a Europa, Espanha e Portugal através da região da Estremadura espanhola.

-Câmara Municipal de Elvas apresentou a Campanha de Promoção e Valorização, no Paiol de Nossa Senhora da Conceição, junto às Portas da Esquina, em Elvas.


NOVEMBRO


- Comunicados e “contra” comunicados entre as várias forças politicas e a edilidade com a construção das piscinas nas freguesias rurais como pano de fundo

-A Segurança Social vai fazer a entrega da declaração que permite o pagamento integral da prótese da pequena Maria do Rosário Martins de Almeida, de 9 anos, que nasceu sem antebraço e mão esquerda.

- A construção da Unidade de Cuidados Continuados que estava prevista para a Santa Casa da Misericórdia de Elvas foi suspensa pelo Governo.

-Na sequência de uma solicitação do Governo, a Câmara Municipal de Elvas decidiu, na reunião do executivo municipal de 26 de Outubro, realizar uma sessão de esclarecimento sobre o Documento Verde da Reforma Administrativa Local. Para esta reunião, foram convidados a participar todos os eleitos da Câmara Municipal, Assembleia Municipal, Juntas de Freguesia e Assembleias Municipais.

-A maior pista de gelo da Península Ibérica, com 800 metros quadrados, volta ao Coliseu José Rondão Almeida, em Elvas, entre 25 de Novembro e 29 de Janeiro de 2012

-Foram mais de trinta autarcas portugueses e espanhóis que se reuniram em Elvas para defender o projecto da alta velocidade ferroviária, tanto de passageiros como de mercadorias.


DEZEMBRO

- A esperança por ver um São Mateus renovado começa a desaparecer devido às conclusões saídas da assembleia da confraria do Sr. Jesus da Piedade.

- São publicamente divulgadas as reacções ao orçamento apresentado pela Câmara Municipal para o próximo ano.

-A Câmara de Elvas oferece uma prenda de Natal a cada uma das 1400 crianças que estão nos jardins-de-infância e escolas do 1º ciclo da rede pública do Concelho

- O "Movimento Alternativo Independente e Social" (MAIS), de Carlos Nascimento, venceu as eleições intercalares para a Junta de Freguesia de Vila Boi, com maioria absoluta.

-Com o mote “ Vem ao Evento e trás um Alimento” o Moto-Clube Alentejano de Elvas, realiza mais um evento solidário com o nome “ Natal Rock” 2011.

- A Câmara Municipal, aprovou as Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para 2012.

- O município de Elvas vai avançar, em 2012, com a criação de 10 refeitórios sociais para assegurar refeições diárias às famílias mais carenciadas do concelho, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia, José Rondão Almeida.

RETROSPECTIVA 2011

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 28 de dezembro de 2011





JANEIRO

-Ano novo imagem nova na Câmara Municipal de Elvas

- O Presidente da Câmara Municipal de Elvas prevê duplicar o investimento em obras do concelho no ano de 2011

- O projecto para a estação internacional Elvas-Badajoz já está a concurso.

- O actual Presidente da República obteve 49,37 por cento, num total de 3364 votos em Elvas, com o apoio de Rondão Almeida.

- A XXV cimeira luso-espanhola, cuja realização tem sido sucessivamente adiada desde finais de 2010, continua sem data marcada devido ao que os dois Governos insistem ser meros problemas de agenda.

- As obras de requalificação e ampliação da Escola Secundária D. Sancho II, em Elvas, ainda não chegaram totalmente ao fim, mas as novas instalações já foram inauguradas.


FEVEREIRO

- O Parlamento Europeu votou a favor da directiva da UE relativa aos direitos dos doentes em matéria de cuidados de saúde transfronteiriços.

- Os trabalhadores do Município de Elvas, obrigados a devolver o dinheiro relativo a aumentos salariais, estão a passar por dificuldades financeiras "muito preocupantes", alertou hoje um dirigente sindical.

- A Câmara de Elvas, na reunião de 9 de Fevereiro, aprovou o Regulamento Municipal do Programa “Abraço Solidário”, um documento a enviar à Assembleia Municipal.

- A Câmara Municipal de Elvas inaugurou a segunda fase da obra de requalificação da envolvente ao Viaduto e a segunda e maior parte da iluminação das muralhas seiscentistas da Cidade.

- O projecto português de alta velocidade continua a avançar apesar dos protestos dos responsáveis políticos da oposição e das dúvidas sobre o financiamento e a viabilidade económica do mesmo.


MARÇO

- Foi aprovada na reunião do executivo camarário a substituição da relva do campo Patalino por relvado sintético.

-A Câmara Municipal de Elvas devolve 3% dos possíveis 5% relativos ao IRS

- O mais emblemático carnaval do Alentejo, Carnaval Internacional de Elvas, enche as ruas do centro histórico de Elvas de cor, alegria e diversão

- Cidad’elvas atinge as 100.000 visitas

-Varche vence o prémio Cidad’elvas para o melhor grupo do Carnaval 2011.

- António Escarduça ameaça abandonar a APPACDM

- No dia em que completa 80 anos de vida, o Comendador Manuel Rui Azinhais Nabeiro foi homenageado pelo Município de Elvas com a atribuição da Medalha do Concelho.


ABRIL

- Elvas e Badajoz anunciam que vão reabilitar os seus baluartes com financiamento europeu antes do final de 2012.

- José Rondão Almeida, presidente da Câmara Municipal de Elvas, é anunciado como o cabeça de lista pelo Partido Socialista (PS), no círculo eleitoral de Portalegre nas Eleições Legislativas de 5 de Junho.

- José Rondão Almeida, presidente da Câmara Municipal de Elvas, já não é candidato pelo Partido Socialista (PS) à Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Portalegre para eleições legislativas.

-Rondão Almeida faz saber em comunicado que "pedi hoje ao Presidente da Federação e ao Presidente da Comissão Política Distrital a minha retirada dessa lista, por razões de natureza pessoal que me impedem de ter o empenho imprescindível à batalha eleitoral que se avizinha. Não posso, nem sei, travar uma batalha desta natureza sem ser na sua plenitude".

- Afinal o TGV vai chegar ao Caia mas daí não vai passar, depois de toda a conjuntura que se plantou no nosso País está posto de parte o desenvolvimento para o lado Português.

- A Câmara Municipal, aprovou o programa preliminar dos projectos das piscinas em Freguesias rurais do Concelho: em Santa Eulália, Vila Boim e Terrugem.




MAIO

- Um grupo de 50 pessoas de Vila Boim, concelho de Elvas, percorreu desde sexta-feira, 29 de Abril, até quarta-feira, 4 de Maio, os 214 quilómetros que separam a localidade alentejana de Fátima em carroças puxadas por mulas e éguas.

- A classificação das fortificações de Elvas como Monumento Nacional, cujo processo formal arrancou quinta-feira, vai permitir uma "protecção muito maior" daquele património, valorizando a respectiva candidatura a Património Mundial, garantiu a vereadora Elsa Grilo.

- “O Elvas” é campeão distrital 2010-2011

- O Director da EPRAL (Escola Profissional Região Alentejo) num encontro entre alunos daquela Escola numa unidade hoteleira da região, referia a alguns órgãos de comunicação social presentes, que o pólo de Elvas da EPRAL vai mesmo ser encerrado dentro de 3 anos.

-A Unidade de Longa Duração e Manutenção da Cruz Vermelha Portuguesa de Elvas foi inaugurada após um investimento total de 853 mil euros e que engloba a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados.

- O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Rondão de Almeida, acusou hoje o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, de pretender "acabar" com o TGV, projeto pelo qual os alentejanos levaram "décadas a sonhar"


JUNHO

-O maior bacalhau dourado do Mundo foi confeccionado no Coliseu de Elvas. Ao todo, os 350 quilos de bacalhau, sete mil ovos, 350 quilos de batata palha, 20 litros de azeite, 400 voluntários e um tabuleiro de 20 metros de comprimento ajudaram a inscrever esta iguaria no Livro do Guinness.

- Promovido pela Associação Empresarial de Elvas, decorreu a apresentação do site e da plataforma interactiva.

- A Câmara Municipal de Elvas organiza um desfile de "Carnaval de Verão", no centro histórico da cidade.

- A directora regional das Pousadas do Alentejo admitiu que a Pousada de Santa Luzia em Elvas, gerida pelo Grupo Pestana, corre o risco de encerrar, por falta de rentabilidade.

- A Câmara Municipal, aprovou o protocolo entre o Município de Elvas e a Confraria das Santas Chagas de Elvas, com vista à recuperação dos cinco Passos da Via Sacra, num investimento próximo de 150 mil euros

- Protocolo assinado entre o Município Elvense e a Arquidiocese de Évora, representada pela Paróquia de Nossa Senhora da Assunção, para a recuperação da Igreja de Nossa Senhora das Dores, numa obra com a duração prevista de um ano.

- O Executivo vai suspender a ligação de alta velocidade entre Lisboa e Madrid, segundo o programa de Governo

MAIS UMA ...

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 27 de dezembro de 2011



Mais uma triste novidade para as nossas bandas, clique aqui.

FELIZ NATAL.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 23 de dezembro de 2011


Reino dos Gifs, muito mais gifs para você

"O ELVAS" CLUBE HISPANO-ALENTEJANO DE DESPORTOS

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 22 de dezembro de 2011



Clique aqui e aqui e leia os dois artigos escritos em Espanha sobre o nosso "Elvinhas".

SEJA SOLIDÁRIO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 21 de dezembro de 2011


Um pequeno gesto pode salvar VIDAS.

Campanha de Solidariedade para ajudar a encontrar um dador compatível com o “Gustavo” e muitos outros que precisam.

Faça parte do banco internacional de dadores de Medula. É muito fácil, somente uma pequena recolha de sangue e pode salvar VIDAS.

Doação Medula Óssea e de Sangue

DIA 22
Das 9h às 13h e
Das 14h às 18h

Na Casa Benfica Elvas – Rua Rossio do Meio, 16

Seja solidário

"NO MEU CONCELHO NINGUÉM IRÁ PASSAR FOME"

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 20 de dezembro de 2011




O município de Elvas vai avançar, em 2012, com a criação de 10 refeitórios sociais para assegurar refeições diárias às famílias mais carenciadas do concelho, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia, José Rondão Almeida.


«Enquanto houver crise e pobreza no nosso país, no meu concelho ninguém irá passar fome», garantiu o autarca.
De acordo com José Rondão Almeida, «é a pensar nos mais carenciados» que, em 2012, a câmara vai avançar com a constituição de 10 refeitórios sociais, um em cada uma das sete freguesias rurais e três na sede de concelho.


O programa é o “abraço solidário” que oferece uma refeição (almoço), aos beneficiários. Este programa pretende apoiar agregados familiares com elementos:


- em situação de carência económica
- que se encontrem desempregados, devidamente inscritos no Centro de Emprego de Elvas
- em situação de prisão, morte, doença, separação e abandono
- em situação de catástrofe
-residentes na área do Município de Elvas, sem limite de idade.

A carência económica tem de ser conferida de acordo com um cálculo feito a partir do rendimento mensal líquido, tendo em conta as despesas fixas e o número de elementos do agregado familiar.

A Câmara Municipal efectua protocolos com os quatro centros de convívio existentes na cidade: Belhó/Raposeira, Terreirinho João Domingues, ARPI de Elvas e Centro Convívio da Boa-Fé. Em cada um desses locais, são servidas a refeições aos utentes.

Nas freguesias rurais, são utilizados os refeitórios escolares, sendo o horário das refeições, para os utentes do refeitório social, posterior ao horário dos alunos.


A Câmara Municipal de Elvas articula através de protocolo com o Lar Júlio Alcântara Botelho, que esta instituição fica responsável pela confecção e entrega das refeições nos quatro centros de convívio da Cidade.


Mais uma vez um exemplo da política social da edilidade Elvense.

Fontes: Lusa, Cm-elvas

RONCAS DE ELVAS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

PRESÉPIO VIVO EM ELVAS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 16 de dezembro de 2011


A representação do Presépio ao Vivo tem lugar às 18.30 horas de 17 de Dezembro, sábado, na Praça da República, em Elvas. A organização é conjunta da Câmara Municipal de Elvas e do Agrupamento 158 do Corpo Nacional de Escutas.

ORÇAMENTO 2012

Publicada por Elvascidade | | Posted On



A Câmara Municipal, na reunião de 14 de Dezembro, aprovou as Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para 2012. Os documentos são remetidos à próxima sessão da Assembleia Municipal, dia 27 deste mês.


O orçamento ascende a aproximadamente 30 milhões de euros, sendo que as obras públicas e a vertente social levam a maior fatia.


As Tabelas de Preços e as Taxas Municipais, para o ano de 2012, foram aprovadas, mantendo os mesmos valores em vigor no ano em curso, ou seja sem qualquer aumento, abaixo do máximo permitido pelo governo.


De salientar que o valor do orçamento mantêm-se no mesmo valor que nos últimos dois anos.

PONTOS DE VISTA.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 15 de dezembro de 2011



Na saída da auto-estrada para Portugal frente IFEBA já se nota a estrutura do novo centro comercial em Badajoz. “El Faro del Guadiana”. A abertura, está prevista para o próximo ano, neste momento, tem atraído todos os tipos de suspeitas e interpretações sobre o futuro do setor comercial em Badajoz. Alguns vêem este novo gigante mais uma atração para o músculo comercial da cidade, mas no lado oposto está o medo para os que o vêem como o motivo para enterrar definitivamente o centro comercial de pequeno porte.

Mas a localização de “El Faro del Guadiana”, praticamente na fronteira, requer também que se leve em conta a sua influência sobre o outro lado da linha. Em Elvas não se esconde alguma suspeita, mas a maioria dos pequenos comerciantes agarram-se ao efeito Rodamco.

A concentração de pessoas deve ser localizada quase equidistante entre Elvas e Badajoz e os empresários Portugueses estão à espera que muitos clientes espanhóis completem as suas compras, visitando e comendo em Elvas. As lojas de têxteis, atoalhados, etc. estão assim esperançadas, já que não vão ter concorrência na oferta no “El Faro del Guadiana”.

Rodamco localizou “El Faro del Guadiana” a poucos metros da primeira saída Espanhola da auto-estrada Madrid-Lisboa procurando precisamente o consumidor Português. A mesma interpretação pode ser feito do lado Português. Elvas já conquistou o público de Badajoz mas com esta nova infra-estrutura os consumidores de Mérida, Montijo, Cacéres e outros vão deste modo se aproximar mais da cidade Portuguesa.

Por isso alguns empresários Elvenses acreditam que será uma grande oportunidade para que esse grupo de pessoas passem também por Elvas, já que vão demorar o mesmo tempo em ir ao centro de Badajoz como ao centro de Elvas.

O “puxão” de marisqueiras como El Cristo e o resto de restaurantes podem completar a oferta para uma família que decida virar para Portugal à saída do imponente centro comercial. Tudo isto não passam de expectativas, o tempo dirá se vão ser concretizáveis ou não.


Eurico Santana

Para este empresário Elvense não dúvida que quando “El Faro del Guadiana” começar a funcionar, Elvas e outras localidades Portuguesas vão ganhar visitantes, já que vê esta infra-estrutura como um atractivo para a zona.


Fernando Carona

Tem uma dupla leitura, por um lado vê o aumento de concorrência mas por outro entende que haverá mais público que transitará por esta zona e isso poderá também influir.




Paulo Bravinho

Não tem uma opinão formada sobre o assunto porque acredita que neste momento tudo não passa de conjunturas. Mas acredita que a qualidade e o textil poderá ser iman para potenciais clientes.


Abel Cortes

Abel é um dos comerciantes mais optimistas com Rodamco. O empresário Elvenses tem uma visão global e defende a oferta comum que formam Badajoz e Elvas. Diz Abel que un dia vêm a elvas e outro a Badajoz, o importante é que a zona tenha poder de atracção.

http://www.elfarodelguadiana.es/

Fonte: hoy.es

RONCAS DE ELVAS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On



"Instrumento musical tocado no Natal elvense, “ Das nove horas até à meia noite de Natal percorrem as ruas da cidade differentes grupos de homens do povo, cantando em altas vozes, em coro, e n’um rhytmo e entoação especial, trovas ao Menino Jesus, acompanhadas pelo som áspero da ronca: alcatruz de nora, ou panella de Barro, a cujo bocal se adapta uma membrana, ou pelle de bexiga, atravessada por um e pau encerado, pelo qual se corre a mão com força para produzir um som rouco. Somente pelo Natal é este instrumento ouvido” (António Tomás Pires, “A noite de Natal, o Anno Bom e os Santos Reis” – in Estudos e notas elvenses. Elvas António Torres de Carvalho, 1923, 2ª ed.p.9.) Ao som das roncas, como memória dos tempos, ressoando cavas e roucas, a acompanhar o compasso lento, dos cantes dos homens, que embuçados nos seus capotes, arrostam o frio da invernia para reverenciar o Menino Deus.
Trata-se de um instrumento musical ancestral com origem em África e que foi introduzido nas zonas raianas da Península Ibérica no século XVI. “Em África, o instrumento estava associado a rituais tribais de iniciação sexual, enquanto que em Elvas está associado à quadra natalícia, à fertilidade e ao nascimento”.
A Ronca é feita com barro em cujo bocal se adapta uma membrana atravessada por uma cana. Para tocar a Ronca basta ter a cana encerada (com água) através da qual se corre a mão com força para produzir um som rouco. Na vizinha cidade espanhola de Badajoz, o mesmo instrumento é designado por Zabomba, mas não há fabricantes espanhóis."


A exposição “Roncas”, com cerâmica de Luís Pedras, está patente na Casa da Cultura de Elvas a partir de hoje até 6 de Janeiro. O mais tradicional instrumento musical do Natal de Elvas, em diversas formas e tamanhos, pode ser visto no horário seguinte: de segunda a sexta-feira, das 10 às 12.30 horas e das 14 às 17.30 horas; aos sábados, das dez ao meio-dia e meia hora.

Fontes: cm-elvas; paula-travelho.blogs.sapo.pt/

MAIS INICIATIVA, POR FAVOR!

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 14 de dezembro de 2011



Não há candidatos à direcção da Associação Empresarial de Elvas, esta foi a conclusão saída ontem da assembleia realizada pela actual direcção.
Infelizmente o sector empresarial (essencialmente comercial) está moribundo na nossa cidade. A actual situação económica do País e da Europa pode também reflectir o estado deste sector na nossa cidade ao qual se junta a falta de iniciativa e empreendorismo dos nossos comerciantes.

Ainda esta semana o colega do blog Dualidades se referia à situação dando como exemplo a iniciativa do comércio em Beja ao incentivar os consumidores com promoções, descontos e promoção da própria actividade comercial.


Na nossa cidade o que se vê por parte dos comerciantes da cidade?
Apenas e só o abrir e fechar de portas sem que sejam feitas promoções, incentivos ao potencial cliente.


Somos uma cidade “apetecível” para os forasteiros, a boa gastronomia, a beleza e até mesmo a procura por parte de nuestros hermanos da pista de gelo nesta quadra tem que ser aproveitada ao máximo por todos aqueles que querem fazer negócio.


Tem que ser este sector, o primeiro a puxar pela economia local, faz falta iniciativa e imaginação ao sector para lutar contra o estado actual da situação. Não chega por luzes e música nas ruas, os comerciantes também têm que por algo mais para incentivar a compra no comércio tradicional.


Mãos à obra para contraria o rumo decadente do nosso comércio.

CONTINUA A GUERRA DOS COMUNICADOS...

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 13 de dezembro de 2011



O CDS/PP de Elvas vem esclarecer o seguinte:


Os impostos municipais são da exclusiva responsabilidade da Câmara e Assembleia Municipal sendo exclusivamente decididos por estes dois órgãos. O IMI e a Derrama por exemplo são decididos localmente sem qualquer interferência do poder central.


Cerca de 85% do valor arrecadado pela Câmara com o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) diz respeito aos prédios novos ou já avaliados pelas finanças. O governo está a proceder a novas avaliações pelo que este valor ultrapassará os 90% sendo que os restantes 10% dizem respeito a prédios “antigos” ou ainda não avaliados pelas finanças.


Para que conste o IMI para os prédios novos ou já avaliados está na taxa máxima que a lei permite. A Câmara cobra aos munícipes o máximo que pode cobrar por decisão política e da sua exclusiva responsabilidade.


Também a derrama é decidida a nível local, sem qualquer interferência do poder central. A esmagadora maioria dos concelhos nossos vizinhos optam por não cobrar Derrama, em Elvas ela continua a ser cobrada.


O CDS/PP pretende que fique bem claro que a opção de apostar nas grandes obras e manter os impostos elevados em Elvas é da exclusiva responsabilidade da Câmara e Assembleia Municipal de maioria absoluta PS.


O CDS/PP defende nos órgãos próprios que o IMI baixe para um valor nunca superior a 0,5 (contra os 0,7 actuais) e que a derrama seja extinta.


A Câmara Municipal não pode dizer agora que a questão da empresas é responsabilidade do governo central quando prometeu durante a campanha eleitoral, como os elvenses bem se lembrarão, um call center da PT na nossa cidade, foi até dito que saberiam a hora, o dia e o local da inauguração. Perguntamos onde está?


Ao longo dos anos foram prometidos pelo PS vários investimentos: Call center, cimenteira, cervejeira, IKEA, Keelson, etc. Acontece que nenhum veio a concretizar-se.


O CDS termina lamentando que se gaste dinheiro público na distribuição de comunicados porta-a-porta sempre que a oposição toma qualquer posição!


Elvas, 12 de Dezembro de 2011

LIDERANÇA REFORÇADA EM VILA BOIM.

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 12 de dezembro de 2011




O "Movimento Alternativo Independente e Social" (MAIS), de Carlos Nascimento, venceu as eleições intercalares para a Junta de Freguesia de Vila Boim deste domingo, dia 11 de Dezembro, com maioria absoluta.



Carlos Nascimento obteve 339 votos (56,8%) e elegeu seis mandatos, entre nove, na Assembleia de Freguesia. José Eurico, que liderava o Movimento independente Todos Juntos por Vila Boim, obteve 198 votos (33,2%) elegendo os outros três mandatos. Miguel Carapinha, da CDU, contabilizou 43 votos (7,2%) e não elegeu nenhum elemento.



O número de inscritos naquela freguesia é de 1141 eleitores e, neste sufrágio, exerceram o seu direito de voto 597 pessoas, o que perfaz uma percentagem de adesão ao acto eleitoral de 52,3%. Há ainda a registar dez votos brancos e sete nulos.


Fonte: Radioelvas, LinhasdeElvas

NATAL ROCK.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 9 de dezembro de 2011



Com o mote “ Vem ao Evento e trás um Alimento” o Moto-Clube Alentejano de Elvas, vai realizar já na próxima sexta-feira, dia 9 de Dezembro mais um evento solidário com o nome “ Natal Rock” 2011.

Este espectáculo solidário, tem como objectivo a angariação de receitas, que reverterão a favor de Instituições de Solidariedade do Concelho de Elvas.

Esta sexta-feira, serão entregues cabazes de Natal, presentes para as crianças dos “Cucos” e equipamento aos Bombeiros Voluntários de Elvas.

A festa terá um valor de 5€ à entrada, inicia à 23h e vão actuar, músicos Elvenses, bandas e pela noite dentro DJs.


Fonte:tudobem.com

POLÍTICA SOCIAL.

Publicada por Elvascidade | | Posted On


A Câmara de Elvas vai oferecer uma prenda de Natal a cada uma das 1400 crianças que estão nos jardins-de-infância e escolas do 1º ciclo da rede pública do Concelho. No seguimento de uma política seguida nos últimos anos, a Câmara insiste nesta acção uma vez que está consciente que, em certos casos, é a oportunidade de alguns alunos receberem uma prenda, nesta altura do ano, em tempo de dificuldades para muitas famílias.
A entrega de prendas, em festas em que colaboram as Juntas de Freguesia, é feita de acordo com o calendário seguinte:
- dia 8, quinta-feira e feriado, 15 horas, alunos de Santa Eulália, no pavilhão multiusos;
- dia 12, segunda-feira, 15 horas, agrupamento da Boa-Fé, no centro de negócios transfronteiriço;
- dia 13, terça-feira, 15 horas, agrupamento da Santa Luzia, no centro de negócios transfronteiriço;
- dia 14, quarta-feira, 15 horas, alunos de Vila Boim, no pavilhão multiusos;
- dia 15, quinta-feira, 14 horas, alunos de Barbacena e Vila Fernando, no pavilhão multiusos de Barbacena;
- dia 15, quinta-feira, 15 horas, alunos de São Vicente, no salão da Junta de Freguesia
- dia 17, sábado, 13 horas, almoço em Santa Eulália, no pavilhão multiusos;
- dia 18, domingo, 15 horas, alunos da Terrugem, no pavilhão multiusos.

Mais uma mostra da boa política social praticada pela edilidade Elvense. Naturalmente que muitas outras coisas podem ser discutidas mas esta área tem sido uma das fortes apostas da Câmara Municipal e com bons resultados, o seu a seu dono.

ESCLARECIMENTO DO MUNICíPIO

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 7 de dezembro de 2011



"O CDS defende que tais documentos deviam "apoiar o pequeno comércio, o comércio tradicional e as famílias", enquanto o PSD é da opinião que a resolução da passagem em túnel por baixo da linha de caminho de ferro em Santa Eulália é uma competência da Câmara Municipal.

Querer fazer acreditar as pessoas que a Câmara Municipal pode apoiar as empresas, é uma tentativa de enganar os Elvenses. A Autarquia está impedida por Lei de o fazer de forma directa.

Nesta matéria, aquilo que a Câmara Municipal tem feito nos últimos anos é do conhecimento geral: construção de parques de estacionamento que criem condições para que os compradores possam parar os automóveis perto das lojas, instalação de um sistema de climatização que torne mais cómodo andar nas ruas mais comerciais do Centro Histórico, oferta de iluminação nas ruas da Cidade para apelar a visitá-la em época de compras de Natal, Ano Novo e Reis, instalar a pista de gelo no coliseu como uma estrutura atractiva a quem visita Elvas e lançar uma ampla campanha de divulgação e promoção das potencialidades turísticas, comerciais e gastronómicas de Elvas, para além de ter criado um fundo de apoio às microempresas e de fazer o máximo de compras possíveis ao comércio local, pagar a tempo e horas a todos sem excepção, para estes poderem fazer as suas compras no Concelho.

O grande problema da economia local (como da economia nacional) é que os compradores têm menos dinheiro nos bolsos para gastar. Mas isso acontece porque a sobretaxa do subsídio de Natal carregou as famílias elvenses; porque os encargos sobem e as receitas baixam, nos habitantes do nosso Concelho e nos compradores do nosso comércio.

A Câmara tem diminuído o IMI, a derrama e outros impostos da responsabilidade municipal. Ao contrário do que fez o Governo, ao acabar com a bonificação da interioridade, subir o IRC e aumentar os impostos, para lá do limite de muitas pessoas.

O que a Câmara não pode fazer é baixar até ao zero a derrama, o IMI e outros impostos, uma vez que o orçamento municipal tem regras legais, tem de equilibrar despesas com receitas. Ao contrário do que se quer fazer crer, a Câmara não pode destinar dinheiro directamente aos bolsos dos comerciantes e das famílias ou às tesourarias das empresas, por muito bem que esta ideia utópica possa soar nestes tempos de dificuldades. É ilegal.

Para o PSD de Elvas, a grande preocupação é o túnel de Santa Eulália, quando deveria solicitar, ao Governo do mesmo PSD, uma ligação estruturante entre a A23 e a A6, essa sim, essencial para a comunicação de Elvas com o resto do distrito.

O CDS de Elvas utiliza a palavra "supérfluas" para se referir às obras que a Câmara Municipal se propõe executar nos dois próximos anos. Podemos recordar: o CDS e o PSD, há dois anos e meio, coligados no MUDE, apresentaram para quatro anos, entre outras, as obras seguintes: metro de superfície entre Elvas e Badajoz, complexos de piscinas nas Freguesias rurais, pista de galgos de corrida, hipódromo, kartódromo, terródromo, ciclovias de Elvas ao Caia, assim como a criação da "cidade desportiva" numa perspectiva de concentração dos equipamentos para Desporto, o que equivale a dizer que seria necessário demolir alguns para reconstruir noutro local…

Com sinceridade e seriedade, achamos que já é tempo de acabar com esta maneira de fazer política. Os Elvenses estão habituados a que as obras sejam pensadas, projectadas, apresentadas, construídas e pagas; assim é com o Presidente Rondão Almeida e a sua equipa. Mas não têm o hábito de ouvir dizer uma coisa em campanhas eleitorais, dando lugar a afirmações contrárias passado pouco tempo.

Os dias que atravessamos obrigam-nos a estar concentrados na resolução dos problemas e anseios das populações. Desviar as atenções desta tarefa prioritária é pura perda de capacidades e tempo.

Em face da situação difícil que muitas famílias estão a viver, a Câmara Municipal de Elvas, para além da compreensão e solidariedade, acredita que os Elvenses reconhecem uma evidência: se não fosse o apoio social alargado e cada vez maior da Câmara a quem mais precisa, o dia-a-dia de muitos residentes deste Concelho seria ainda mais difícil."


C.M.ELVAS

REACÇÕES AO ORÇAMENTO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 6 de dezembro de 2011




PS – “O GOVERNO ESQUECEU A PLATAFORMA LOGÍSTICA DO CAÍA”

A Concelhia de Elvas do Partido Socialista (PS) diz-se “extremamente preocupada” com as propostas que derivam da aprovação do Orçamento de Estado para 2012.
Nuno Mocinha, elemento da concelhia, enumerou as áreas que a Saúde será a mais afectada com o aumento nas taxas moderadoras e os cortes efectuados no orçamento atribuído ao Hospital e Centro de Saúde de Elvas com uma penalização na ordem dos "10 milhões de euros".
Nuno Mocinha criticou também o novo Plano Estratégico de Transportes do Governo que remete ao "esquecimento" projectos como a "Plataforma Logística do Caia e a Estação de Mercadorias".
Elsa Grilo, presidente da Concelhia de Elvas do PS, deixou a garantia que a Câmara Municipal de Elvas liderada por Rondão Almeida não irá aumentar taxas nem impostos.


CDS/PP – “MAIS APOIO AO COMÉRCIO, CHEGA DE BETÃO”



A Comissão Concelhia de Elvas do CDS/PP contestou o projecto das Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2012 em Elvas.
Tiago Abreu, presidente da comissão, considerou as "grandes obras" previstas para o ano de 2012, no concelho de Elvas, "supérfluas".
"Só as piscinas nas freguesias irão custar, segundo palavras do senhor presidente da câmara, dois milhões de euros sem qualquer tipo de comparticipação seja ela nacional ou comunitária".
"Consideramos também supérfluas a beneficiação da EN4 e sobretudo a ampliação do Centro de Negócios Transfronteiriço da cidade", referiu. "Somando aquilo a que chamamos de obras desnecessárias e apenas em 2012, iremos gastar três milhões e quinhentos mil euros", constatou.
O CDS/PP de Elvas defende que o Orçamento para 2012 devia "apoiar o pequeno comércio, o comércio tradicional e as famílias, entendemos que chega de betão em Elvas".


PSD – “FALTA INCENTIVO AO TURISMO”



A Comissão Política Concelhia de Elvas do PSD fez a sua avaliação do projecto de Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para 2012 em Elvas.
João Maria Barradas, presidente da comissão, considerou que o plano apresentado “continua a esquecer” eixos estratégicos para Elvas. "O centro histórico, turismo e desenvolvimento empresarial continua de fora do Orçamento", referiu.
"Quanto a algumas obras que estão projectadas, entendemos que a requalificação da Av. D. Sancho Manuel era uma prioridade e, por isso, o PSD bem se bateu no anterior período autárquico. Outra prioridade esquecida é o estrangulamento que o concellho e a freguesia de Santa Eulália têm com o túnel da ferrovia, que condiciona a mobilidade, criando prejuízos e dificuldades à vida do concelho", observou.
"Esta obra é bem mais importante para a freguesia e concelho do que a promessa eleitoral de 2009 da construção de piscinas em três freguesias", acrescentou o líder do PSD.

Resta espremer tudo e tirar ilações.



Estará o Governo mais uma vez a cortar em demasia no nosso concelho?
Será que a oposição está no caminho certo?
Serão as piscinas obras desnecessárias?
Haverá betão a mais no orçamento para 2012 no nosso concelho?
Umas quantas questões ficam no ar…


Fonte:Radioelvas

RONDÃO METIDO EM "GUERRAS"

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 5 de dezembro de 2011



A Guerra das Laranjas, episódio bélico que durou 18 dias e conduziu à ocupação de Olivença em 1801, durante a 1.ª Invasão Francesa, vai ter uma recriação teatral que está programada para o primeiro fim-de-semana de Junho de 2012. O projecto está a ser posto em marcha pelo alcaide de Olivença, Bernardino Píriz, eleito pelo Partido Popular (PP), envolve cerca de 300 figurantes, e será completado por um evento gastronómico. O autarca espanhol espera ter portugueses entre os figurantes. O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Rondão de Almeida (PS), já disse que, se a ideia for por diante, poderá haver manifestações de protesto da parte portuguesa.

A Guerra das Laranjas - designação que surge associada a um gesto do primeiro-ministro e chefe militar espanhol, Manuel Godoy, que enviou um ramo de laranjeira colhido nos campos de Elvas à rainha de Espanha Maria Luísa, de quem se dizia ser amante, para a informar de que tinha tomado Olivença - é a primeira surtida militar no âmbito das invasões francesas. Godoy, nascido em Badajoz e filho de mãe portuguesa, comandou a ocupação de uma dezena de localidades portugueses junto à fronteira.

A paz é alcançada no Tratado de Badajoz, a 6 de Junho de 1801, que restitui à coroa portuguesa as praças de Juromenha, Arronches, Portalegre, Castelo de Vide, Barbacena, Campo Maior e Ouguela, mas não Olivença. Mais tarde, a 9 de Junho de 1815, o Congresso de Viena decide a restituição de Olivença a Portugal, sem que as autoridades espanholas lhe dessem cumprimento até aos dias de hoje. É mediante este passivo histórico que o autarca de Elvas lembra: "Não interessa uma nova batalha em cima das campas dos nossos antepassados".

O objectivo, disse o alcaide de Olivença, num comunicado enviado à imprensa, "não é outro que não seja fomentar os laços de união entre oliventinos e portugueses". E define a "obra de teatro" com uma realização luso-espanhola. O texto que dará suporte à representação cénica, salienta, "está escrito para sarar as feridas e não abri-las".

O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Rondão de Almeida, que, numa carta publicada no jornal Hoy, de Badajoz, diz estar "surpreendido" com a "macro-representação da Guerra das Laranjas". O autarca não tem a "menor dúvida" de que, para além de "ensombrar" as relações diplomáticas entre Portugal e Espanha, o projecto "parece de muito mau gosto e é inconveniente".

Rondão de Almeida deixa um aviso: o espectáculo mobilizará o grupo Amigos de Olivença, que reclama a devolução da cidade estremenha a Portugal, e dará força a manifestações contra a sua realização.

O autarca alentejano admite juntar-se a uma acção de protesto desse tipo e diz ter ficado muito "desapontado" pelo facto de o alcaide de Olivença não o ter consultado antes de avançar com a ideia da representação teatral. Mesmo assim, pede-lhe que "tenha um momento de reflexão" e que recorde que o povo de Olivença "descende daqueles que estiveram na Guerra das Laranjas."
O presidente da Câmara de Elvas está convencido de que os portugueses não participarão no evento e assegura que já falou com os presidentes das câmaras de Campo Maior e de Vila Viçosa, que também estão contra a iniciativa de Bernardino Píriz.

Fonte: Público

MORTE LENTA.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 2 de dezembro de 2011



Começo a perder a esperança de ver um São Mateus renovado e a acompanhar a evolução dos tempos. Temo a morte lenta das festas da nossa cidade.

Aqui as razões.

HOJE VAMOS CUMPRIR A TRADIÇÃO!

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 30 de novembro de 2011

UNIDOS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On



Foram mais de trinta autarcas portugueses e espanhóis que na passada segunda-feira, dia 28 de Novembro, se reuniram em Elvas para defender o projecto da alta velocidade ferroviária, tanto de passageiros como de mercadorias.

Segundo Rondão Almeida, presidente do município de Elvas, explicou que o encontro serviu para "juntar forças" no sentido de sensibilizar os governos dos dois países e a União Europeia para concretizar o projecto: "A nossa preocupação neste momento foi juntar forças, tanto do lado do Alentejo como do lado da Estremadura espanhola, no sentido de sensibilizar os governos de Portugal e Espanha e ainda a União Europeia."

Foi formada no encontro uma "comissão" que reúne autarcas dos dois países e assinada a "Declaração do Caia", que espelha todo o historial da alta velocidade, bem como "vários pontos" onde são expressadas as preocupações que os autarcas têm quanto ao futuro do projecto.

No encontrou, que decorreu no salão nobre do município de Elvas, Rondão Almeida expressou o desejo de ver a obra concluída "até 2014, aproveitando os fundos comunitários".




Fontes: Tudoben; cm-elvas

MAIOR PISTA DE GELO DA PENÍNSULA IBÉRICA.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 25 de novembro de 2011


A maior pista de gelo da Península Ibérica, com 800 metros quadrados, volta ao Coliseu José Rondão Almeida, em Elvas, entre 25 de Novembro e 29 de Janeiro de 2012. Pelo quarto ano consecutivo vamos ter esta proposta de diversão de Inverno em Elvas, este ano com 66 dias de pura adrenalina e diversão. A inauguração da Pista de Gelo é esta sexta-feira, dia 25, às 18 horas, sendo a entrada gratuita para os patinadores desse dia.

Esta iniciativa da Câmara Municipal de Elvas visa agregar diversas áreas, nomeadamente, desporto, lazer e música, entre outros. Com esta pista de gelo, o objectivo da Câmara é contribuir para a satisfação e realização da população, através da implementação e dinamização de equipamentos de animação e lazer, com base na temática do gelo. Atendendo a que cerca de 75 por cento dos utilizadores deste equipamento serem pessoas fora do concelho de Elvas, a Autarquia encara este evento como uma forma eficaz de atrair dezenas de milhar de pessoas à cidade.

Os horários da pista de gelo são os seguintes:

- de 25 de Novembro a 18 de Dezembro, dias úteis das 16 às 21 horas e aos fins-de-semana e feriados das 10 às 21 horas;

- de 19 de Dezembro a 6 de Janeiro, dias úteis das 14 às 21 horas e aos fins-de-semana das 10 às 21 horas;

- de 7 a 29 de Janeiro, dias úteis das 16 às 21 horas e aos fins-de-semana e feriados das 10 às 21 horas.

Horários de datas Festivas:

- 24 e 31 de Dezembro, das 10 às 13 horas;

- 25 de Dezembro e 1 de Janeiro, das 17 às 21 horas;

- e 6, 7 e 14 de Janeiro, das 10 às 21 horas.

Os preço mantêm os valores dos anos anteriores:

- 3,50 euros, nos dias úteis;

- 4,50 euros, nos fins-de-semana e feriados;

- 50 euros, em cartão passe, com 20 entradas, válido para os dias úteis.


Fonte:Tudoben

ESPERAMOS PELO FUMO BRANCO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On


É já hoje dia 25 de Novembro que se realiza a Assembleia-geral da Confraria do Senhor Jesus da Piedade (Segundo informação do colega Jacinto César da Tasca das Amoreiras).
Junto-me então ao apelo para que todos os confrades estejam presentes e sobretudo que apresentem e proponham soluções para o futuro do São Mateus.
No mínimo seria proveitoso que desta Assembleia sai-se a proposta da realização de um debate e troca de ideias entre várias partes que possam modernizar o São Mateus.


De louvar também o regresso das carreiras urbanas à cidade de Elvas.
A Câmara Municipal e a Rodoviária do Alentejo acordaram o regresso das carreiras urbanas de transportes públicos à Cidade. Após os contactos estabelecidos, ficou decidido que, a partir de 1 de Dezembro, dois circuitos asseguram o transporte dos utentes entre o Centro Históricos e os bairros.

GREVE GERAL.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 24 de novembro de 2011



NATAL EM ELVAS BEM ILUMINADO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 23 de novembro de 2011


Os municípios portugueses decidiram diminuir os gastos com as iluminações de Natal e alguns deles não vão sequer acender as luzes. A Câmara Municipal de Lisboa vai gastar 150 mil euros, menos 700 mil do que no ano passado. Já o Porto, o investimento será cortado entre 40 e 50 por cento.

Mas são mais os exemplos desta tendência que se espalha por Portugal continental e Açores. No Norte, as reduções em Viana do Castelo, Matosinhos e Vila do Conde situam-se entre os 20 e 25%. Enquanto na Póvoa do Varzim as iluminações nem sairão à rua, tal como em Torres Vedras, Lourinhã, Alenquer, Vila Franca de Xira, Azambuja e na capital do nosso distrito, Portalegre.

Pelas palavras do Presidente da edilidade a crise não vai afectar a ornamentação natalícia na nossa cidade, antes pelo contrário vai ter até “mais dignidade que em anos anteriores” segundo o autarca Elvense.

Pelos vistos a crise não chegou à Rua Isabel Maria Picão.
Qual é a sua opinião?
Cortaria no investimento da iluminação natalícia em detrimento de por exemplo uma maior ajuda social?

DOCUMENTO VERDE REVISTO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 22 de novembro de 2011


Na sequência de uma solicitação do Governo, a Câmara Municipal de Elvas decidiu, na reunião do executivo municipal de 26 de Outubro, realizar uma sessão de esclarecimento sobre o Documento Verde da Reforma Administrativa Local. Para esta reunião, foram convidados a participar todos os eleitos da Câmara Municipal, Assembleia Municipal, Juntas de Freguesia e Assembleias Municipais.

No decurso dos trabalhos, que tiveram lugar no auditório do Centro de Negócios Transfronteiriço no passado dia 19, foi feita inicialmente uma apresentação resumida dos pontos salientes do documento, com maior incidência no Concelho de Elvas. De seguida, entre seis dezenas de presenças, registaram-se cerca de dezena e meia de intervenções, a partir das quais foram aprovadas, com uma abstenção, as conclusões seguintes:

1.- O partido mais votado é que deve formar a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia, produzindo assim órgãos monocolores;

2.- Os poderes da Assembleia Municipal e das Assembleias de Freguesia devem ser reforçados;

3.- Os Presidentes das Juntas de Freguesia devem fazer parte, de pleno e com direito a voto em todas as matérias, da Assembleia Municipal;

4.- As sete Freguesias rurais do Concelho devem manter-se com os limites geográficos actuais;

5.- Manifestada disponibilidade para estudar a viabilidade da redução de quatro para duas do número de Freguesias urbanas do Concelho;

6.- O Município deve ter autonomia para decidir o número de vereadores a tempo inteiro ou parcial;

7.- As equipas executivas das Juntas de Freguesia devem manter a mesma estrutura de um Presidente, um Secretário e um Tesoureiro;

8.- Os Municípios devem ter autonomia para a definição da estrutura de recursos humanos, estando sujeitos a limites orçamentais na sua globalidade;

9.- Rejeitar, por completo, a transferência de qualquer poder dos Municípios para as Comunidades Intermunicipais;

10.- Manifestada a disponibilidade do Poder Local para receber novas competências do Poder Central, com as respectivas contrapartidas financeiras;

11.- Concordar com a apresentação de uma lista única para a eleição da Assembleia Municipal, da qual resulte a composição da Câmara Municipal;

12.- O Presidente da Câmara deve recorrer aos elementos da Assembleia Municipal para formar os seus executivos, sendo obrigado a respeitar, nessa escolha, a ordem dos eleitos da respectiva lista pela qual se apresente;

13.- Por fim, lamentar a ausência dos elementos convidados para esta sessão que não quiseram estar presentes, contrariando a intenção do Governo no sentido de ver este assunto analisado e debatido por autarcas, partidos políticos e outras forças da sociedade civil portuguesa.

Fonte:Elvas.com.pt

ELVENSES DE BADAJOZ!

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 21 de novembro de 2011



Cerca de 1300 bebés portugueses nasceram, desde 2006 e até este mês, no Hospital Materno-Infantil de Badajoz, no âmbito do acordo entre Portugal e Espanha devido ao fecho da sala de partos do Hospital de Elvas.


O Hospital Materno-Infantil de Badajoz revelou à agência Lusa que, até dia 7 deste mês, tinham nascido naquela unidade 1281 bebés portugueses, 260 dos quais através de cesariana.
Estes nascimentos no hospital espanhol enquadram-se no convénio celebrado em 2006 entre as autoridades portuguesas e da região da Extremadura espanhola, que ainda está em vigor.

O acordo veio colmatar o fecho da sala de partos do Hospital de Elvas, em Junho de 2006, permitindo às grávidas daquele concelho e do município vizinho de Campo Maior optarem entre o hospital de Badajoz ou os hospitais de Portalegre e Évora.


Nesse primeiro meio ano de parceria, nasceram 164 bebés de grávidas portuguesas, tendo o número aumentado para os 238 em 2007 e, nos dois anos seguintes, sofrido ligeiros decréscimos, primeiro para 233 (em 2008) e depois para 216 (2009).
O ano passado foi aquele em que nasceram mais crianças portuguesas em Badajoz, um total de 247, o que perfaz à volta de 8,2 por cento dos partos totais realizados, em 2010, na unidade hospitalar.


183 bebés em 2011

Quanto a 2011, igualmente até meados deste mês, tinham nascido do outro lado da fronteira 183 bebés portugueses, representando cerca de 6,8 por cento de todos os nascimentos no hospital, este ano, referem ainda os dados.


Além do parto, o Hospital Materno-Infantil de Badajoz realiza todo o acompanhamento da gravidez a partir da 20.ª semana e assegura também a assistência após o parto.
Nesse âmbito, foram atendidas, desde 2006 e até agora, 3 561 pacientes oriundas de Elvas e de Campo Maior, das quais 1 894 beneficiaram de internamento.

Fonte:AgênciaLusa

"AZEVIA" EM MOVIMENTO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 18 de novembro de 2011


A Sociedade Recreativa 1º de Dezembro leva a efeito, no dia 19 de Novembro, sábado, pelas 20.30 horas, uma Noite de Fados, com artistas elvenses.

Rosa Maria, Soraya Branco, Débora Pinto, Jorge Goes, Nelson Cardoso e Toy Faria, compõem o leque de fadistas que vão subir ao placo da sede da Azevia, acompanhados, na guitarra portuguesa por Paulo Cachinho e na viola de fado por Mário Carriço.

Mais um evento integrado nas comemorações dos 101 anos da histórica sociedade da Rua Aires Varela

OPORTUNIDADE PARA O COMÉRCIO ELVENSE.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 17 de novembro de 2011



Brevemente vai voltar novamente a pista de gelo ao coliseu Elvense. Sem dúvida um atractivo nesta época para a nossa cidade, embora em minha opinião, toda a afluência seja mal “explorada” essencialmente pela a associação comercial de Elvas.


Visto que a pista está localizada um pouco longe do comércio tradicional Elvense, terá que ser este a incentivar as pessoas a o irem visitar.


E como?


Existem variadíssimas maneiras, através de talões de desconto, bilhetes para estacionamento gratuito ou simplesmente a própria publicidade junto de quem visita o coliseu será uma boa maneira de levar pessoas ao centro.


As mais valias que a Câmara Municipal pode trazer a Elvas (e esta é sem dúvida uma delas) terão que ser aproveitadas ao máximo pelo comércio Elvense e ainda mais em época de crise.

Vamos esperar para ver como o comércio Elvense e a sua associação aproveitam esta oportunidade de negócio.

RESPOSTA, PARTE 2!

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 16 de novembro de 2011



CO M U N I C A D O


A Câmara Municipal de Elvas, ao ter conhecimento do comunicado do CDS de Elvas, assinado pelo senhor Tiago Abreu, entende dever divulgar a sua opinião sobre o assunto em causa.

Estão a decorrer, entre os dias 12 e 16 deste mês, oito reuniões com residentes e entidades, em Elvas e em localidades rurais do Concelho, a fim de ser apresentado o Plano de Actividades e Orçamento para 2012 e recolhidos contributos dos presentes para valorizar os dois documentos, onde têm comparecido largas centenas de pessoas.


Na primeira dessas sessões, em Vila Boim no dia 12, esteve presente o senhor Tiago Abreu, que permaneceu na sala até ao momento em que foi perguntado aos presentes quem era contra e quem se abstinha em relação à construção de piscinas em três Freguesias. Nessa altura, por não ter votado contra nem se ter abstido, ficou claro que o senhor Tiago Abreu estava entre as pessoas que eram a favor das referidas construções, tal como outros colegas de coligação autárquica que também se encontravam na sala. Cerca de uma centena de presentes pode testemunhar esta ocorrência.


Posteriormente, em comunicado dirigido à comunicação social, o mesmo senhor refere que ele e o CDS de Elvas são frontalmente contra os projectos em causa. A Câmara Municipal de Elvas estranha que o CDS e o senhor Tiago Abreu não tenham uma opinião constante sobre um tema tão importante para as populações das três localidades envolvidas.


Sobre situações desta natureza, como sempre tem sucedido ao longo dos últimos anos, a Câmara Municipal de Elvas não avança com obras por capricho ou despesismo. A Câmara faz projectos, executa as obras e procede ao seu pagamento, por se tratar de obras e melhoramentos aceites pela maioria das populações directamente envolvidas.


Se o CDS é contra estas obras, como por vezes deixa claro, a Câmara Municipal regista e aceita. Como também já registou e aceitou, por exemplo, que o CDS de Elvas é contra a requalificação das duas principais entradas de Elvas, nas direcções de Caia e Vila Boim, como referiu em conferência de Imprensa no final do mês passado. Todavia, saibam os Elvenses que estamos perante uma obra com uma participação da União Europeia entre 80 e 85 por cento, que a Câmara entende não dever desperdiçar, num acto básico de gestão atenta e eficaz.


Mas, sobre este e outros assuntos do género, as coisas são tão simples quanto isto: a Câmara Municipal de Elvas e a generalidade dos Elvenses são a favor das obras, enquanto certos elementos da oposição são contra. O escrutínio popular sobre esta divergência tem sido claro, uma vez que não ocorreu um único voto contra a proposta apresentada do Plano de Actividades e Orçamento para 2012, até à data, nas reuniões em curso.


Elvas, 15 de Novembro de 2011.
A Câmara Municipal de Elvas


Fonte: Tudoben

COMUNICADO, PARTE 2!

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 15 de novembro de 2011



O CDS de Elvas enviou à Comunicação Social uma comunicação onde consta uma missiva enviada ao Presidente da Câmara de Elvas dizendo-se contra a construção das piscinas nas freguesias do concelho de Elvas. Refere Tiago Abreu, o presidente da Concelhia de Elvas que: “Tivemos conhecimento de que em reuniões com a população tem indicado o presidente” da concelhia do CDS “como apoiante da construção das piscinas” O representante do CDS acrescenta que “queremos esclarecer que nos locais próprios e não em plenários pouco significativos demos conta do nosso voto relacionado com as piscinas. Frontalmente contra. Em conferência de imprensa dissemos claramente que éramos e somos contra a construção das piscinas numa altura de forte crise.” Ainda citando o comunicado: “A opinião pública merece ser bem esclarecida e neste caso a situação é simples, a Câmara e o PS aprovam as piscinas e a oposição CDS entende que não se devem fazer, tão simples quanto isto.”

Afinal em que ficamos? Quem fala então a verdade?

Ou muito me engano ou vem por aí outro comunicado, vamos esperar para ver.

Fonte:Radioelvas

QUEM SÃO OS INIMIGOS?

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 14 de novembro de 2011



“Os principais inimigos do clube "azul e oiro" não são os árbitros ou as outras equipas (...) mas as pessoas que estão em redor de"O Elvas". "O Elvas" continua "minado", mas "não vou desistir deste clube, pelo contrário, vou continuar a lutar".


JORGE ALMEIDA, Treinador d'O Elvas.


Foto: LinhasdeElvas

A JÓIA DA COROA.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 11 de novembro de 2011


Graça Fortress from Daniel Santos on Vimeo.

SOLUÇÃO ... INOVAR!

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 10 de novembro de 2011



Segundo um estudo da Cetelem, 70% dos portugueses afirma que os cortes no subsídio irão influenciar as compras de Natal.
Na região Centro do País a percentagem de indivíduos que afirma que o imposto extraordinário terá influência nas compras de Natal atinge os 80%.
No Sul chega aos 75% e no Norte aos 72%. A região de Lisboa surge no estudo como a menos afectada – apenas 53% considera que este imposto extraordinário terá impacto nas compras de Natal.


O estudo revela ainda que 31% dos consumidores portugueses entre os 18 e os 24 anos não recebe subsídio de Natal e, como tal, são os que menos sentirão o impacto dos cortes – apenas 53% dos inquiridos nesta faixa etária refere que poderá diminuir o consumo nesta época festiva.
São as faixas etárias entre os 25 e 34 e os 35 e os 44 anos as que mais mencionam o impacto destas medidas nas compras de Natal (79% e 76%, respectivamente).

Embora “doente”, o comércio continua a ser um dos maiores, se não mesmo o maior, impulsionador da economia local. Vistas todas estas previsões, que como é óbvio já se faziam esperar, tempos ainda mais difíceis se avizinham para este sector na nossa cidade.


Que fazer então?


Muitos dirão que nada à a fazer e é esperar que toda esta recessão e esta crise passe, tentar aguentar ao máximo as portas abertas e respirar daqui a 2 ou 3 anos.


Na minha opinião apesar de tantos factores em contra o comércio local deve unir-se, inovar e “inventar” novas maneiras de atrair os poucos recursos disponíveis para as compras de Natal.
A Associação Empresarial de Elvas deve ter um papel preponderante neste aspecto, veja-se o que foi feito no mês passado na vizinha cidade de Badajoz.


A A.E.E. deve funcionar como coordenadora e impulsionadora de toda a actividade do comércio local, bem sei que são tempos difíceis e que não é realmente fácil tirar água de um poço cada vez mais vazio, mas cruzar os braços nunca será solução e muito menos num sector cada vez mais competitivo.

CARTA ABERTA AO CONSELHEIRO ZÉ DE MELLO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 9 de novembro de 2011



Caro colega e conselheiro Zé de Mello, permita-me que lhe lance um repto.

Visto que anda alheado da blogosfera elvense, pelo menos através do seu ilustre blog, (com muita pena minha) gostaria que não se perdesse o hábito e tradição dos prémios Zé de Mello.


Estando ainda a algum tempo de distância do 14 de Janeiro, gostaria de saber qual a sua disponibilidade de fazer a nomeação e entrega de ditos galardões através do Cidad’elvas.


Isto claro está, se não quiser reactivar o seu próprio blog para tal fim, o que seria realmente o ideal.


Muito me honraria a utilização do meu/nosso nobre espaço para tão significativa iniciativa para a blogosfera elvense e seus utilizadores.


Aguardo resposta do ilustre colega.

Com os melhores cumprimentos.

MAIS UMA VEZ CONTEMPLADOS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 8 de novembro de 2011



A construção da Unidade de Cuidados Continuados que estava prevista para a Santa Casa da Misericórdia de Elvas foi suspensa pelo Governo.


A notícia foi avançada pelo deputado socialista eleito pelo círculo eleitoral de Portalegre, Pedro Marques, após uma visita efectuada aquela instituição esta segunda-feira, 7 de Novembro.
De acordo com o deputado o valor do investimento era superior a dois milhões de euros e era comparticipado em menos de cinquenta por cento pelo Estado, pela autarquia e Santa Casa da Misericórdia de Elvas.

Segundo Pedro Marques, a Santa Casa da Misericórdia de Elvas, já tinha feito um investimento na ordem dos 80 mil euros em toda a documentação para o projecto avançar

Mais um corte para o nosso concelho, desta vez numa área bastante sensível e com graves consequências. Vamos ver até onde vão chegar estes cortes, ou muito me engano ou no próximo ano vamos ser fustigados ainda com mais cortes e privados de algumas valências na área da saúde.

Fonte:radioelvas.

ELVAS SOLIDÁRIA.

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 7 de novembro de 2011





A Segurança Social vai fazer a entrega da declaração que permite o pagamento integral da prótese da pequena Maria do Rosário Martins de Almeida, de 9 anos, que nasceu sem antebraço e mão esquerda.

Este acto irá decorrer hoje, segunda-feira dia 7 de Novembro, às 10.30 horas, no edifício dos Paços do Concelho, em Elvas.

A entrega desta declaração marca mais uma etapa no âmbito da campanha de solidariedade que está ter lugar em todo o concelho de Elvas, com a população a entregar dia-a-dia inúmeras tampinhas plásticas em várias instituições públicas e privadas, para a compra deste dispositivo.

Uma boa noticia para todos os Elvenses que demonstram que quando querem saber também ser unidos e solidários.

ENSINO SUPERIOR COM DIFICULDADES.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 4 de novembro de 2011




Mais de uma dezena de alunos do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) já solicitou a anulação das respetivas matrículas, alegando dificuldades financeiras para prosseguir os respetivos cursos, situação que o responsável da instituição considera “grave”.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do IPP, Joaquim Mourato considerou esta situação “um pouco anormal”, sublinhando que “é raro o dia” em que não surgem “um ou dois pedidos de anulação de matrículas, o que, para a dimensão” deste politécnico, “é grave”.

“Estou convencido que, nos próximos tempos, vamos ter muito mais pedidos e não me admiro se, dentro de três a quatro semanas, estivermos na ordem das dezenas de estudantes que anulam as matrículas por estas circunstâncias”, lamentou.

“Isto deve-se à situação que os portugueses atravessam, às expectativas que ainda são piores, com os cortes que se avizinham, e pelo facto de os alunos ainda não terem recebido as bolsas de estudo”, declarou.

O IPP integra as escolas superiores de Tecnologia e Gestão (ESTG), Educação (ESEP), Saúde (ESSP), todas elas localizadas em Portalegre, e a Agrária (ESAE), em Elvas.

Pelo que se vê a Agrária de Elvas vai passar por sérias dificuldades. Estará o ensino superior em risco na nossa cidade?
Esperemos bem que não embora o ensino mais qualificado em Elvas nunca tenha dado o tal “boom” que se esperava aquando da criação de este pólo do IPP, é de todo certo que a Escola Agrária é uma mais valia para a cidade e seria mau perder mais uma valência no nosso concelho.

RESPOSTA DO PS LOCAL.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 3 de novembro de 2011



"O CDS-PP tenta desviar as atenções dos Elvenses com as suas conferências de imprensa, lançando críticas descabidas contra a Câmara Municipal, quando esta Autarquia está a fazer precisamente o contrário do Governo que o CDS apoia. "

"A edilidade elvense faz e paga o que faz, não ficando a dever nada a ninguém. "

"A Câmara Municipal continua a não aumentar os impostos que estão sob a sua responsabilidade, sendo Elvas uma referência nacional por ter dos impostos mais baixos do País, nomeadamente no que se refere ao IRS, à Derrama e ao IMI.
"

Confira a resposta da concelhia do PS elvense.

CRITICAS AO MUNICÍPIO

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 2 de novembro de 2011



"Não conseguimos compreender como se pode no meio desta brutal crise pensar em construir três piscinas em freguesias rurais, como não compreendemos para quê fazer uma nova estrada entre o Morgadinho e as Sochinhas quando, infelizmente, o fluxo de trânsito não o justifica”

"Uma gestão prudente e de bom senso seria a de fazer como a formiga e a Câmara age hoje como a cigarra que não pensa no amanhã. Esperamos que o executivo possa meter as piscinas na gaveta esperando por melhores dias"


O QUE SE PASSA EM ELVAS?

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 31 de outubro de 2011



Que pena que em Elvas se tenha adoptado a cultura do grátis para espectáculos.
Digo isto porque no passado sábado no concerto da Ana Free não houve público suficiente para encher o pequeno auditório do CNT, e tudo isto porque se pagavam apenas 3 € para assistir ao espectáculo.
Bem podem dizer que o público alvo de este tipo de espectáculo é um pouco especifico e reduzido, mas este é apenas mais um exemplo de que quando os espectáculos (sejam eles quais forem) que se cobram à entrada a afluência de público é sempre reduzida.
O esforço de Sociedades como a “Azevia” para a organização de este tipo de eventos acredito que seja grande, apesar de todos os apoios que possam ter do município ou de patrocinadores. E quando esse esforço não é “recompensado” dificilmente se poderão repetir tais espectáculos e assim sendo todo o tipo de eventos realizados na cidade ficam resumidos aos promovidos pelo município.

O que acontece em Elvas?

Será que a população Elvense não aprecia este tipo de eventos?


Será que o hábito dos espectáculos à borla condiciona tudo o que se possa realizar em Elvas pagando?


Será que o hábito cultural Elvense está um pouco adormecido?

É pena que assim seja porque toda gente se queixa que em Elvas nada se passa, não existem teatros, o cinema é o que se sabe e o cartaz cultural no concelho resume-se ao apresentado pela edilidade.
Se assim continuamos a oferta de espectáculos musicais na nossa cidade vão ficar resumidos aos apresentados na Expo São Mateus, esses sim direccionados para um público muito especifico.

ANA FREE EM ELVAS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 28 de outubro de 2011


Local alterado para o auditório do CNT - Centro de Negócios Transfronteiriço.

AS NOSSAS POTENCIALIDADES.

Publicada por Elvascidade | | Posted On



Como prova a seguinte “reportagem” feita por um visitante da nossa cidade, Elvas é uma cidade cheia de potencialidades para o turismo.


Com a falta de empresas no concelho, com o adiar constante do projecto da plataforma logística e com o problema da interioridade que cada vez mais nos tem levado tudo o que são serviços e valências, resta apostar na maior potencialidade do nosso concelho, o nosso riquíssimo património.

Veja aqui a reportagem de um turista que passou pela nossa cidade.

VAMOS DEBATER O FUTURO DO SÃO MATEUS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 27 de outubro de 2011



Faz aproximadamente um mês que findou o São Mateus. Depois de mais um ano a cair na banalidade e na falta de inovação, as últimas festividades abriram mais uma vez o debate quanto ao futuro da maior romaria do Alentejo.
Debate este que se ouviu em cada esquina, até mesmo referido nos órgãos de comunicação social da cidade mas que infelizmente mais uma vez, não passou de isso mesmo.
O colega Jacinto César do blog Tasca das Amoreiras, um dos grandes impulsionadores de esta troca de ideias, lançou o repto à Rádio Elvas com o intuito de uma vez por todas ser debatida “em praça pública” toda a situação pelas partes interessadas e envolvidas na realização do São Mateus.
Sem dúvida que seria um ponto de partida importantíssimo para o futuro imediato das festividades.
Nem que tudo ficasse praticamente na mesma, mas seria de todo interessante saber de viva voz as ideias e projectos de todas as partes, tanto confraria como Câmara Municipal e até mesmo a população em geral.
Deixo mais uma vez o pedido à Rádio Elvas assim como a todos os “interessados” para que se promova este debate e para que o São Mateus não caia novamente no esquecimento até ao próximo mês de Setembro.

MAIS TURISMO.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 26 de outubro de 2011



A Câmara Municipal de Elvas apresentou a Campanha de Promoção e Valorização Turística ontem dia 25 de Outubro, terça-feira, no Paiol de Nossa Senhora da Conceição, junto às Portas da Esquina, em Elvas.

A principal aposta centra-se na disponibilização de artigos variados de merchandising aos turistas e visitantes da cidade, que podem agora adquirir produtos com a imagem "Elvas Momentos Fortes, Monumentos Únicos".

A renovação da imagem do Posto de Turismo, na Praça da República, novos roteiros, folhetos e audio-guias foram outras das novidades apresentadas pelo Município.

Uma boa iniciativa numa área onde muito há por explorar na nossa cidade.
Mãos à obra para dar continuidade a esta renovação e inovação na imagem para o turismo na nossa cidade.


Fonte:LinhasdeElvas

O PRINCIPIO DO FIM?

Publicada por Elvascidade | | Posted On terça-feira, 25 de outubro de 2011


. Equipa mal estruturada?
. Falta de empenho?
. Má organização?
. Falta de dinheiro?

....
Para quando um murro na mesa? (se é que ainda se vai a tempo)


Ouvir aqui as declarações no fim da última derrota

OPORTUNIDADE DE EMPREGO!

Publicada por Elvascidade | | Posted On segunda-feira, 24 de outubro de 2011



O futuro centro comercial “El Faro del Guadiana” situado junto à fronteira do Caia está a recolher currículos para contratar cerca de 1500 trabalhadores.

No final do próximo ano, Badajoz e todos os seus visitantes contará com mais cem lojas. Lojas estas que se instalaram no centro comercial junto à fronteira, todas estas lojas nas quais se incluem ramos como a moda ou a restauração trará à cidade vizinha cerca de 1500 postos de trabalho. A corrida a estes postos já começou com a entrega de currículos.


Todos os interessados em trabalhar no novo centro comercial podem entregar os seus currículos na “caseta” da obra instalada junto à estrutura que está a ser construída. As ofertas de emprego podem ser para a construção do centro assim como para mais tarde se incorporarem nas instalações depois de prontas.

Uma oportunidade de emprego para muitos Elvenses que se proponham passar a fronteira para trabalhar. A proximidade com Portugal e elevada quantidade de clientes lusos poderá facilitar quem fale o Português.

Mais fotos do futuro centro comercial aqui.

VOLTE-FACE.

Publicada por Elvascidade | | Posted On sexta-feira, 21 de outubro de 2011


A União Europeia decidiu quarta-feira, dia 19 de Outubro, em Bruxelas, deixar de fora das infra-estruturas prioritárias o eixo 16, que previa ligar a Europa, Espanha e Portugal através da região da Estremadura espanhola.

O futuro da região Alentejo e Extremadura no que diz respeito à rede de transportes de mercadoria e construção da plataforma logística do sudoeste ibérico havia estado em destaque um dia antes, terça-feira, numa conferência de imprensa que juntou o presidente da Junta da Extremadura, José Monago, o alcalde de Badajoz, Miguel Celdrán e o presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Ricardo Pinheiro.

A supressão do eixo 16, que previa ligar a Europa a Espanha através de um túnel nos Pirinéus, passando pela Extremadura, foi a principal decisão tomada pela comunidade europeia sobre quais as linhas férreas a garantir os fundos comunitários. Na prática, a Extremadura torna-se agora num ramo do Eixo Atlântico, que permite ligar o Eixo Mediterrâneo, mas através da linha do AVE para Madrid.

FONTE: LinhasdeElvas

ELVAS SEM 4 FREGUESIAS.

Publicada por Elvascidade | | Posted On quinta-feira, 20 de outubro de 2011


Na passada terça-feira os colegas do Dualidades interrogavam-se como seria o concelho de Elvas depois de analisado o documento verde da reforma da administração local, elaborado pelo gabinete do Ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares.

Este documento é apresentado como uma reforma de gestão, uma reforma de território e uma reforma politica, resumindo pretendem acabar com muitas freguesias e alguns concelhos através de fusões emagrecendo deste modo o orçamento do estado.

Ao concelho de Elvas sugerem extinguir 4 freguesias, Ajuda Salvador e St.º Ildefonso, Caia e S. Pedro, Vila Fernando e Barbacena.

Os respectivos presidentes de Junta já mostraram o seu desagrado, afirmando que não entendem o porque destas extinções, sendo que algumas pelo isolamento e outras pela densidade territorial e populacional dizem não se justificar o seu desaparecimento.

Na época dos cortes, sendo que alguns seriam indispensáveis penso que outros serão inadequados e trarão sérios problemas num futuro muito próximo.

Todos sabemos que a máquina do estado e alguns cargos públicos pesam em demasia no já sobrecarregado orçamento do estado mas antes de tudo as populações e os seus básicos interesses devem ser salvaguardados.

Vamos esperar pela avaliação deste documento por parte do governo e esperar pela resolução de todo este polémico processo.

AVANÇA A PLATAFORMA LOGÍSTICA?

Publicada por Elvascidade | | Posted On quarta-feira, 19 de outubro de 2011



A comunidade europeia decide, nesta quarta-feira 19 de Outubro, em Bruxelas, o futuro da região Alentejo e Estremadura espanhola no que diz repeito à rede de transportes de mercadoria e construção da plataforma logística do sudoeste ibérico.


Recorde-se que do lado português, o Governo decidiu abandonar o projecto de alta velocidade ferroviária Lisboa-Madrid elaborado pelo anterior executivo e apostar numa linha de mercadorias que ligue os portos portugueses à capital espanhola e, dali, ao resto da Europa.


Ao mesmo tempo decorriam os contactos com a Comissão Europeia no sentido de rever o modelo de alocação de fundos comunitários a este projecto, no sentido de baixar o esforço financeiro do Estado no projeto. Ora é precisamente esta decisão que vai ser conhecida esta quarta-feira.


Este foi o tema que motivou uma conferência de imprensa que reuniu o presidente da Junta da Extremadura, josé Monago, o alcaide de Badajoz, Miguel Celdran e Ricardo Pinheiro, presidente da Câmara Municipal de Campo Maior. O encontro decorreu no local onde é suposto “nascer” a plataforma ibérica, na zona de fronteira entre o concelho de Elvas e a cidade de Badajoz.


De estranhar a presença de algum representante do município Elvense, visto ser um “empreendimento” a edificar no concelho de Elvas penso que seria de todo importante a participação neste tipo de encontros de alguém que representa-se o nosso concelho.


FONTE:Radioelvas